Notícias | Grupo Lena

Saltar para conteúdo
Logótipo: Grupo Lena
Foto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação InstitucionalFoto Informação Institucional

Notícias 

14, Janeiro 2011

Civilena é responsável pela construção de viaduto do Alcôa, no valor de 2,6 milhõesl euros

Civilena é responsável pela construção de viaduto do Alcôa, no valor de 2,6 milhõesl euros
A Civilena, S.A. iniciou em Abril de 2010 a construção do Viaduto do Alcôa no valor de 2,6 milhões de euros para a empresa Auto-Estrada do Litoral Oeste Viaduto esse que tem 435m de comprimento e 14,5m de largura.

Na sua construção vão ser utilizadas fundações directas em estaca pilar. O tabuleiro vai ser executado com vigas e lajes pré-fabricadas. A preparação da obra inclui a execução de pistas e plataformas sobre terrenos saturados de água, incluindo a construção de dois pontões provisórios com 6m de largura. Apesar da dimensão do viaduto ser reduzida, este viaduto vai vencer sete linhas de água, três das quais são rios e atravessa quatro freguesias.   
Este viaduto vai permitir retirar o trânsito do centro da vila de Nazaré, sendo um benefício para a população local e para os visitantes.
O impacto estratégico desta empreitada no mercado nacional da construção passa pela afirmação da Civilena como empresa especializada na construção de obras de arte.

4, Janeiro 2011

O Grupo Lena comunica a realização de €50 milhões de euros em alienações

O Grupo Lena comunica a realização de €50 milhões de euros em alienações
O Grupo Lena informa que realizou duas operações, uma no mercado nacional e uma em Angola, que lhe permitiram um encaixe de €50 milhões de euros.

Em Portugal foi transaccionado o grupo de empresas associadas à Petroibérica que faziam parte do Grupo Lena desde a sua constituição em 1998. Inserida no sector do Ambiente e Energia, registou em 2009 um volume de negócios superior a €100 milhões, actuando na comercialização e distribuição de produtos petrolíferos, com postos de retalho próprios no centro e norte de Portugal.
O grupo comprador integra os actuais administradores da empresa, Francisco de Mascarenhas, presente no Grupo Lena desde a sua fundação, e João Pedro Justo, bem como os grupos Alves Bandeira e A. Monjardino, S.A.. A operação realizada permitirá a manutenção de relações comerciais próximas entre os dois grupos.

Em Angola foi transaccionado um activo imobiliário situado em Luanda.

O CEO do Grupo Lena, Joaquim Paulo Conceição, indicou que: "estas operações inserem-se na reestruturação que o Grupo Lena está a implementar. Embora a Petroibérica fizesse parte do nosso sector do Ambiente & Energia que, a par da Engenharia & Construção, definimos como as nossas actividades nucleares, o mercado em que está inserida é muito particular e revelava necessidades de escala. Na área imobiliária a reestruturação das operações e dos activos detidos, mantendo-se Angola como um mercado alvo, permitirá, com a alienação realizada, um desenvolvimento mais sustentado das operações. Finalmente, estes dois negócios  permitem cumprir com os objectivos financeiros que nos havíamos proposto."

newsletter